top of page
Buscar
  • Foto do escritorLindsey Rodrigues

Egito: um tour pelo Vale dos Reis e à tumba de Tutancâmon


É apaixonado por história e quer conferir tudo o que o Egito tem de melhor? Pois então, este blog é para você!


Terra de muitos mistérios, o país se encontra no continente africano e é considerado um dos mais exóticos e peculiares do mundo. Com mais de cinco mil anos de história – a mais longa e documentada até hoje –, ele desperta os sentidos dos viajantes.


Ao mesmo tempo que é repleto de praias belíssimas e cidades incríveis nos mares Vermelho e Mediterrâneo, também é abrigo da necrópole onde descansam diversos faraós do Império Novo: o Vale dos Reis. Parada obrigatória para quem visita as terras egípcias, é lá que se encontra a figura mais famosa da antiga história do Egito, a tumba de Tutancâmon!


O local é espetacular e não pode ficar de fora do seu roteiro, por isso, vamos te explicar tudo o que você precisa saber antes de visitá-lo. Vamos lá?



A história do Vale dos Reis


Sua história começou lá atrás, entre os anos de 1539 e 1055 a.C., durante o Novo Império. Às margens do imponente Rio Nilo, onde hoje temos a cidade de Luxor, antigamente era a cidade de Tebas, local escolhido para servir de cemitério de faraós, assim como de sacerdotes e outros indivíduos que faziam parte do alto escalão do Egito.


Antigamente, o vale levava o nome de "Ta Iset Maat", que significa "lugar da verdade”. De acordo com as crenças, era um local sagrado em que enterrados mumificados teriam a vida após a morte. Ahhh… além disso, eles levavam todos os seus tesouros consigo, viu? Não deixavam nada para trás!






Como surgiu o Vale dos Reis



O pioneiro na construção das tumbas sob o solo foi o faraó Tutmosis, e que deu origem ao Vale dos Reis. A ideia surgiu porque as pirâmides eram alvos fáceis para saques, uma vez que todos sabiam onde elas estavam. E sabe como é, né? Um tesouro aqui, outro ali...


Então, Tutmosis colocou na cabeça que resolveria o problema dos furtos esculpindo todas as tumbas no calcário branco do Vale dos Reis, já que se tratava de um terreno fácil de ser modelado. Todas, sem exceção, foram construídas no interior da montanha, com túneis subterrâneos, formando corredores e câmaras. Um trabalho de formiguinha, difícil e demorado, principalmente por causa da simplicidade das ferramentas de trabalho da época.


Como os egípcios davam muito valor para seus sepultamentos, então, era completamente normal pensar previamente como seriam suas tumbas logo quando estavam para assumir o poder.

Existem, ao todo, 63 tumbas no Vale dos Reis. Apesar da grande maioria não ser aberta ao público, a principal e mais famosa é: a de Tutancâmon.






Mas afinal, quem foi Tutancâmon?


O menino faraó nasceu em 1.341 a.C. em Amarna. Acredita-se que o "rei Tut", como ficou conhecido, morreu com apenas 19 anos de idade. No entanto, não há provas que comprovem a informação.


Ele era filho de Akhenaton, responsável por levar adiante a crença monoteísta no Egito Antigo, que venerava o único deus Aton. Por outro lado, nem todos eram adeptos ao monoteísmo, o que causou a indignação popular em torno dessa mudança e resultou na morte de Akhenaton.


Foi então que o jovem "Tut" assumiu o trono e restaurou o antigo culto religioso, com isso, a capital que seu pai havia construído foi abandonada, levando Tut e o reinado à antiga capital de Tebas. Ele reinou somente por dez anos e, de acordo com um estudo realizado pelo Journal of The American Association, sua morte foi devido à combinação de malária com uma rara infecção nos ossos.


Sua tumba, KV62, foi a única encontrada intacta no Vale dos Reis, no ano de 1922, em Luxor.



Tumba de Tutancâmon no Vale dos Reis



A fama do jovem faraó não se deu em vida, pois ele só ficou conhecido no mundo inteiro após a sua morte.


Isso porque, a tumba de Tutancâmon foi a única a ser achada com o tesouro completo dentro, completamente intacta por mais de 3 mil anos.


De acordo com os historiadores, os saqueadores só não a encontraram porque foi construída uma outra tumba ao lado. Por isso, as rochas que eram retiradas dessa tumba entre uma escavação e outra foram jogadas na entrada da tumba de Tutancâmon. Sendo assim, ela ficou escondida.


A descoberta foi feita pelo arqueólogo Howard Carter, em 1922. Na tumba, foram encontrados mais de 5 mil objetos, entre eles camas, trono e estátuas. O item mais famoso encontrado foi a sua máscara mortuária, toda em ouro, que foi transferida para o Museu Egípcio do Cairo.






E aí, ficou com vontade de ir para o Egito?


O Egito é peculiar, misterioso e rico em história. E vamos combinar… Rende uma viagem inesquecível!


Mas para que a sua aventura por lá seja completa e segura, é preciso planejar com antecedência, viu?


O tour até o Vale dos Reis conta com guia explicando todas as peculiaridades dos sítios arqueológicos do país, mas é preciso garanti-lo antecipadamente, pois as vagas são limitadas, assim como os dias e horários de visitação.


Então, a dica é: entre em contato conosco e fale com a nossa equipe de especialistas! Vamos organizar a sua viagem do início ao fim, além de personalizar do seu jeito, reunindo todos os pontos turísticos que merecem a sua visita.


Estamos ansiosos para te levar nessa aventura! Vamos bater um papo?






23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page